transporte de alimentos perecíveis: quais cuidados devem ser tomados?

Transporte de alimentos perecíveis: quais cuidados devem ser tomados?

Algumas precauções são fundamentais nesse tipo de operação.

Cada tipo de carga tem suas características e particularidades, e no transporte de alimentos esses cuidados são ainda mais necessários. E, se o assunto é alimentos perecíveis, as exigências são ainda maiores. Afinal, esse tipo de carga é conhecido por sua fragilidade e prazo restrito de validade.

Por isso, antes de começar a trabalhar com esse transporte, considere se aprofundar em temas como: escolha do caminhão e implemento, preservação da carga, treinamento e qualificação profissional, manuseio e prazo de entrega. Acompanhe esse artigo e saiba mais detalhes.

Conheça a carga
Antes de tudo, é importante conhecer a carga transportada. No caso de alimentos perecíveis, é comum haver grandes confusões e por isso é necessário deixar as informações bem claras.

De acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), os alimentos perecíveis são: alimentos in natura, produtos semipreparados ou preparados e prontos para o consumo, como por exemplo vegetais, carne e derivados, leite e derivados, entre outros.

Escolha do caminhão e implemento
Levando em consideração as necessidades específicas dessas cargas e que sua qualidade, valor e validade estão sujeitos a prejuízos depois de um determinado tempo, entende-se a importância de prestar um serviço ainda mais ágil.

Para isso, contar com o caminhão correto é o primeiro passo para obter os resultados ideais. Considere os veículos que entregam melhor velocidade média, segurança, desempenho e disponibilidade.

Além disso, o implemento também influencia na escolha das configurações do caminhão. Analise qual a sua carga, que tipo de implemento é recomendado e qual o caminhão correto para realizar esse transporte.

Você ainda pode compartilhar cada detalhe da sua operação com a Concessionária de sua preferência, com certeza eles saberão indicar o modelo de caminhão mais adequado para você.

Preservação da carga
Entender as características do produto transportado também é importante para saber quais procedimentos devem ser tomados, a fim de contribuir com a qualidade do serviço realizado, o cuidado com a carga e, claro, a redução de perdas.

Nesse caso, atente-se que cada alimento exige um cuidado diferente. Por exemplo, algumas frutas são desfavorecidas em temperaturas muito baixas e devem ser transportadas em compartimentos resfriados e não congelados, com temperatura entre 0oC e 1oC, enquanto que com as carnes a situação é quase inversa: elas precisam ser transportadas sob temperaturas abaixo de 0oC, afinal, quanto mais quente, maior a chance de proliferação de microrganismos.

Higiene
Alimentos no geral exigem atenção e cuidado redobrados com higiene. Por isso, é essencial que os profissionais envolvidos na atividade estejam trajados com uniformes adequados, tais como touca, avental branco, sapatos de borracha e luvas. Lembre-se: sem os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e os uniformes, o funcionário não estará apto para executar o serviço.

Além disso, reforce a limpeza dos locais onde o serviço será realizado – desde o momento da carga até o da descarga. Estabeleça datas para realizar a limpeza de cada local para evitar prejuízos.

Qualificação profissional
Antes de mais nada, atente-se à necessidade de possuir o Certificado da Vistoria Sanitária para realizar esse tipo de operação. Cada documento deve estar de acordo com as normas e leis federais, estaduais e municipais.

Também invista na qualificação do motorista: além de contribuir para a qualidade do serviço prestado e o cuidado com a carga, um motorista qualificado também reduz o desgaste de peças, minimizando a necessidade de paradas para manutenção, principalmente aquelas emergenciais.

Conte com a tecnologia
As ferramentas tecnológicas se tornaram fundamentais para o transporte de alimentos sob temperatura controlada, afinal, elas permitem a verificação e o controle da temperatura e umidade do ar. Isso garante maior qualidade e eficiência no armazenamento e transporte das cargas.

Como você pôde observar, o transporte de alimentos perecíveis exige atenção, experiência e cuidado. Para garantir que ele seja realizado da melhor forma possível e a carga chegue nas condições ideias no seu destino final, alinhe cada detalhe e garanta que todas as etapas e cuidados sejam realizados da forma correta.

Gostou do conteúdo? Continue acompanhando o Portal Transporte Econômico e tenha acesso a muito mais!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *