Posts

O que observar ao escolher a cabine do seu caminhão

Conforto e ergonomia são fatores fundamentais no dia a dia do motorista

Como já conversamos anteriormente, a cabine do caminhão influencia diretamente no consumo de combustível e na segurança das suas viagens.

Mas, além disso, outros pontos devem ser observados na hora de escolher qual a melhor opção para você. Continue a leitura e saiba quais são!

Ergonomia 

Enfrentar longas horas de viagem, encarar trânsito e até mesmo manobrar em espaços reduzidos faz parte do dia a dia dos motoristas de caminhão. Por isso, contar com uma cabine adequada é fundamental para preservar sua saúde, segurança e performance ao conduzir.

Sabemos que existem no mercado diversos tamanhos e configurações de cabine, isso porque elas precisam se adequar às necessidades de cada operação. Por exemplo, para viagens mais longas, uma cabine maior e mais espaçosa é o ideal, enquanto para viagens urbanas o ideal é que ela seja mais compacta.

De qualquer forma, ao adquirir um caminhão, procure aquele que ofereça uma cabine confortável e mais ergonômica independentemente de seu tamanho. Assento de qualidade, apoio para os braços e volante bem posicionado são algumas das características que uma boa cabine deve ter e isso você deve considerar até nas opções mais compactas.

Não podemos esquecer também da disposição dos equipamentos dentro dela. Onde ficam posicionados os botões? E as outras ferramentas? Se o motorista necessita se esticar para alcançar algo, significa que esse equipamento não está na posição adequada e isso deve ser revisto.

Conforto

Para quem vive na estrada, a cabine é uma segunda casa.

Nesse sentido, o ideal é que todas as atividades diárias de um caminhoneiro sejam realizadas dentro de um ambiente mais confortável. Além de todos os fatores mencionados referentes à ergonomia da cabine, ao adquirir o seu caminhão observe também itens gerais de conforto da cabine.

Entenda quais as suas necessidades primordiais do dia a dia e o que deixaria o seu ambiente de trabalho mais confortável. Considere cabines com bom espaçamento interno e diferentes opções de acessórios, como a inclusão de dispositivos de armazenamento, cama, mesa e outros acessórios de apoio.

Segurança

Já falamos sobre esse assunto em outro momento, mas é sempre importante ressaltar a importância da segurança na hora de escolher a cabine do seu caminhão.

Seja na visibilidade da estrada, travas de segurança ou airbags, investir na prevenção de acidentes é primordial para todo motorista. Mas, além desses pontos da cabine que contribuem para uma viagem mais segura, existem outras formas de correr menos riscos nos seus trajetos, saiba mais clicando aqui.

Adequação ao seu negócio.

Além de todos esses pontos mencionados, outro fator importante na escolha de uma cabine é verificar se ela é a mais adequada para seu negócio e suas necessidades. Por isso, antes de procurar as opções disponíveis no mercado, pense nas características da sua operação e o que é mais importante para o seu dia a dia.

E lembre-se: independentemente das condições de onde você roda, é sempre possível combinar as necessidades técnicas, como tamanho e altura da cabine, com o conforto, ergonomia e segurança que você precisa.

Isso é fundamental para obter melhores resultados em termos de economia de combustível, desempenho do motorista e redução nos custos operacionais.

Gostou do conteúdo? Então você vai gostar de conhecer Cinco itens indispensáveis para qualquer caminhoneiro!

 

Scania S 620 V8 6x4

Adotando a logística reversa

A prática tem se tornado cada vez mais requisitada no setor de transporte de cargas

Quando o uso de determinado item pelo consumidor chega ao fim, um problema surge, o aumento de resíduos.

Imagine a seguinte situação, uma fabricante de eletrodomésticos possui, em seu portfólio de produtos, um item que ao ser descartado, libera componentes nocivos ao meio ambiente e as pessoas. Como impedir então que isso ocorra?

A resposta é simples e, cada vez mais, se torna comum no dia-a-dia das empresas e, por isso, quem está cara a cara com o transporte de cargas precisa conhecer detalhadamente esse processo. Leia esse artigo e conheça melhor esse método.

O que é logística reversa?

A logística reversa, também conhecida como logística inversa, é a prática de recolhimento e encaminhamento de produtos ao setor empresarial, seja no pós-consumo ou no pós-venda.

Através de uma série de procedimentos, a empresa avalia a necessidade do recolhimento de determinado item, assim acionando uma transportadora que, por sua vez, faz o recolhimento desse material e o reencaminha para a responsável que pode reaproveitar peças na sua linha de produção ou fazer o descarte adequado do produto.

No processo de pós-venda essa prática também é comum e ocorre quando um produto apresenta defeitos que prejudicam a experiência do consumidor, que notifica a empresa responsável para que ela faça a retirada do material e solucione o problema.

Logística reversa obrigatória

Em alguns setores a logística reversa é uma obrigação instituída por lei, e prevê o recolhimento de determinados resíduos após o seu uso. São eles: Defensivos agrícolas, pilhas e baterias, pneus, óleos lubrificantes, lâmpadas fluorescentes, pneus e produtos eletroeletrônicos, bem como seus componentes e, em alguns casos, embalagens.

Vale lembrar, que assim como a obrigação do recolhimento desses itens, o transporte de resíduos também tem normas e regras a serem seguidas. A carga deve ser transportada em segurança, de acordo com as normas ambientais e de transporte, cargas mistas são proibidas e, em alguns casos, resíduos podem ser considerados materiais perigosos, sendo necessário seguir as regras do transporte de cargas de risco.

Três pilares da logística reversa

O procedimento de logística reversa, seja no pós consumo ou no pós venda, pode ser definido em três pilares ou etapas:

1. O consumidor encaminha o produto ao comerciante ou distribuidor;
2 . O comerciante, por sua vez, direciona o item ao fabricante;
3. O fabricante realiza os procedimentos necessários e encaminha para o reuso ou faz o descarte adequado do produto.

Como adotar esse procedimento

Uma transportadora que realiza operações de logística reversa precisa estar ciente de todo o trajeto percorrido por um produto, desde o primeiro momento em que ele chega ao consumidor até o seu descarte, passando pelo seu ciclo de vida.

Isso porque cada produto possui características, vida útil e processo de descarte únicos. Alguns tem essas etapas acontecendo de forma mais fácil e outros podem encarar desafios e necessidades específicas.

Nesse sentido, o primeiro passo para adotar a logística reversa é o planejamento. Procure conhecer cada detalhe desse tipo de transporte, identificando se essa opção se encaixa no seu perfil de negócio.

Seguir à risca a legislação que abrange essa prática é a principal forma de prestar um serviço de qualidade, mas possuir um bom planejamento estratégico e de operação também são atributos necessários. Então, ao optar por esse serviço, considere também a capacitação dos seus funcionários para tal atividade e acompanhe de perto o início dessas operações.

Gostou do texto? Então você vai adorar ler sobre os documentos necessários para o transporte de cargas!

Saiba os cuidados necessários para operar com caminhões basculantes

Saiba os cuidados necessários para operar com caminhões basculantes

Popularmente conhecidos como caminhões-caçamba, suas carrocerias podem ser erguidas para facilitar o descarregamento do veículo.

O caminhão basculante, ou caminhão-caçamba, tem como característica principal a capacidade de erguer sua carroceria, facilitando o descarregamento, uma vez que a carga transportada é retirada pela ação da gravidade.

Esse tipo de veículo atende demandas mais específicas, sendo utilizado principalmente no transporte de materiais de construção, como brita, cimento, areia e demais produtos a granel.

Além de proporcionar mais agilidade e facilidade na carga e descarga, ele também comporta um grande volume de carga. Mas, apesar dessas vantagens, é necessário uma série de cuidados para operar com esse veículo. Acompanhe a seguir.

O primeiro passo é capacitar os motoristas.

Um motorista capacitado é aquele que está preparado para colocar em prática as técnicas de condução mais adequadas em cada operação de transporte. Ele tem papel fundamental na rentabilidade do negócio, afinal, ao conduzir o veículo, ele é responsável por alcançar os melhores resultados em segurança e economia.

Nas operações com caminhão basculante não é diferente. Caso essa atividade seja uma novidade no seu negócio, o ideal é que os motoristas passem por um treinamento que os ensine a operar esse veículo da forma mais rentável e segura possível – desde o momento em que ele irá carregar, até o trajeto percorrido e o momento de descarga.

Cuidados ao carregar!

Com os motoristas treinados e capacitados, chegou o momento de carregar e, agora, a atenção deve ser redobrada. Comece identificando o limite de carga da carroceria: mesmo que ela seja grande e aparente comportar um alto volume, é necessário estar atento ao peso da carga! O exemplo na prática é o seguinte: ao carregar com areia úmida, por exemplo, pode ser que o volume da caçamba não seja excedido, mas o peso máximo de carga e basculamento muitas vezes é facilmente alcançado.

Além disso, certifique-se de fazer a correta distribuição da carga. Ela precisa estar uniforme na carroceria pois, caso haja algum desequilíbrio ao erguer a caçamba, corre-se o risco de ocasionar o tombamento do caminhão.

Cuidados ao descarregar!

O momento de descarregar também exige atenção! O ideal é analisar o terreno e o local antes mesmo de realizar esse procedimento. A questão é que, quando erguida, a caçamba atinge uma altura bastante elevada, exigindo uma análise a fim de identificar algum obstáculo com o qual ela pode se chocar. Em perímetros urbanos, por exemplo, é comum a existência de árvores e rede elétrica. Além disso, você já viu que qualquer desequilíbrio gera perigo nessa atividade, por isso busque por terrenos planos, evitando qualquer desnivelamento.

Outros dois pontos que precisam de atenção nesse momento é garantir que o veículo esteja totalmente parado antes de bascular a caçamba e isolar a área em que essa atividade será realizada, assim garante-se a segurança do motorista e demais profissionais envolvidos.

Atente-se à legislação.

Apesar da Resolução 563/15 do Contran que tratava as normas de segurança para caminhões-caçamba ter sido suspensa, é necessário estar atento à legislação desse tipo de veículo, que pode trazer novas normas editadas para regular essa atividade.

De uma forma ou de outra, você pode considerar algumas recomendações que, com certeza, irão trazer mais segurança para a sua operação. Como por exemplo, a utilização de uma trava de segurança que impede o acionamento involuntário do dispositivo e um aviso visual e sonoro que alerta o acionamento da caçamba.

Além de tudo isso, realizar a manutenção preventiva do seu veículo e, principalmente, do sistema hidráulico é essencial para evitar qualquer imprevisto ou falha mecânica indesejados.

Ficou claro que a operação com caminhão basculante exige bastante cuidado e atenção. Essas medidas tornam a atividade mais segura e contribuem para a rentabilidade do seu negócio, afinal, a versatilidade e a agilidade desse tipo de veículo melhoram a produtividade e a eficiência dos processos.

Cinco itens indispensáveis para qualquer caminhoneiro

Cinco itens indispensáveis para qualquer caminhoneiro

Por mais que passar a vida na estrada e rodar para todo canto desse país seja a paixão da grande maioria dos caminhoneiros, nós sabemos que essa não é uma atividade simples de se realizar. São horas e horas dentro do caminhão e longe de casa, com saudades da família. O jeito então é tornar a rotina o mais agradável possível, investindo em conforto, praticidade e, claro, segurança.

Alguns acessórios são indispensáveis para contribuir nessa missão, facilitando a vida de quem se dedica às estradas e tornando o caminhão um verdadeiro lar. Acompanhe o artigo que preparamos especialmente para você e descubra quais são!

  1. Smartphone

Hoje em dia os celulares são quase imprescindíveis nas nossas vidas. Quer ver as notícias, consultar detalhes do seu trajeto ou falar com sua família? É só tirar o celular do bolso e pronto. É ótimo tanto para os momentos de descanso quanto para facilitar o trabalho. Clique aqui e conheça alguns aplicativos que podem tornar seu trabalho mais seguro e ágil.

Vale lembrar, é claro, que é expressamente proibido utilizar o telefone celular enquanto dirige, sendo essa uma das principais causas de acidentes de trânsito no Brasil.

  1. Sistema multimídia 

Para te ajudar na utilização do smartphone no dia a dia, você também pode contar com o sistema multimídia do caminhão. Por meio dele, você tem acesso a diversos recursos como a função Bluetooth e acessos rápidos via botões no volante, que permitem atender ligações urgentes sem desviar a atenção da estrada.

Além disso, você também pode contar com as portas USB para facilitar a comunicação do smartphone com o sistema multimídia e até mesmo para manter a bateria do seu celular carregada. É possível ter essas entradas tanto no painel do veículo quanto na parede traseira, na área de descanso!

  1. Kit de primeiros socorros e kit de ferramentas

Facilitar a rotina na estrada também tem a ver com estar preparado para qualquer situação e imprevisto que possa vir a acontecer. Desde uma falha mecânica a um mal-estar, o caminhoneiro deve estar preparado para qualquer situação adversa.

Para isso, procure ter sempre com você um kit de primeiros socorros contendo:

– Remédios e acessórios variados, como analgésicos, antialérgicos, termômetro e adesivos para dor muscular.
– Itens para curativos, como álcool 79o e antissépticos para limpeza, fitas adesivas, gazes, esparadrapos, pinças e pequenas tesouras sem pontas.
– Medicamentos controlados, caso você faça uso.

Também procure rodar com um kit de ferramentas. Afinal, ele pode te ajudar a solucionar algum problema mais pontual e simples, pelo menos até que você consiga se dirigir a uma oficina. Você pode adicionar nesse kit ferramentas como um macaco mecânico adequado para o seu caminhão, conjunto de chaves de roda, de fenda e philips, alicates, lanterna e luvas de proteção.

  1. Local de descanso com espaço para armazenamento 

Contar com um bom local de descanso e espaços de armazenamento é essencial, tanto para os motoristas que rodam por muito tempo quanto para aqueles que fazem viagens mais curtas. Afinal, todos devem respeitar seus horários e contar com períodos de descanso.

Para isso, você pode estudar qual a melhor opção para a sua necessidade: em caso de viagens mais longas, conte com uma cama mais confortável e espaçosa, mas, caso suas viagens sejam mais curtas, também é possível obter conforto em um espaço menor.

O mesmo vale para os espaços de armazenamento: quem passa mais tempo nas estradas, carrega consigo mais itens pessoais, necessitando de mais espaços para armazená-los. Mas, quem faz viagens curtas também possui itens essenciais, e por isso pode contar com espaços específicos na cabine.

  1. Acessórios de segurança

Dê atenção aos acessórios de segurança do seu veículo! Eles são grandes responsáveis por fazer com que a sua viagem ocorra da forma como foi planejada e da maneira mais segura possível.

Com certeza, você já conhece os airbags – são eles que protegem o motorista no caso de colisões. A novidade é que alguns caminhões ainda contam com airbags laterais, instalados nas cortinas dos caminhões – esses já oferecem uma segurança maior, protegendo também no caso de capotagem.

Você ainda pode adicionar uma trava interna na cabine, que impossibilita a abertura da porta pelo lado exterior, além de contar com diversas tecnologias que auxiliam na segurança da viagem, como um sistema de frenagem de emergência, controle de cruzeiro e aviso de saída de faixa.

Bom, você já viu que motorista nenhum pode deixar a qualidade de vida de lado na hora de trabalhar, certo? O ideal é sempre investir em conforto, segurança e praticidade, atributos que, de uma forma ou de outra, acabam pesando muito no fim do mês e conferem até mesmo mais economia para suas operações.

Gostou do conteúdo? Então continue acompanhando o portal e tenha acesso a ainda mais.

Confira também: 4 dicas para não errar na escolha do diesel

motorista de caminhão: como começar na profissão?

Motorista de caminhão: como começar na profissão?

Começar uma nova fase profissional na vida sempre é um desafio. Para o transporte de carga também é assim. Não basta apenas comprar um veículo e sair pelas estradas, sabemos disso. Alguns procedimentos precisam ser realizados para cumprir todas as exigências legislativas e obter bons resultados.

Antes de tudo, é importante decidir em qual setor você irá se especializar, pois essa decisão é que permitirá que você analise o investimento, busque a documentação correta, o veículo ideal, o curso a fazer, entre outros fatores essenciais para a profissão.

Mas não é só isso! Existem muitas outras decisões a se tomar. Por isso, separamos neste artigo algumas dicas para iniciar a carreira com excelência. Continue lendo!

Carteira profissional

Depois de decidir em que setor irá trabalhar, pense na documentação. A carteira de habilitação é essencial para quem deseja viver nas estradas, já que, por lei, é preciso estar de acordo com todas as exigências e com a categoria adequada para seu setor de transporte.

Categoria C: é permitida apenas um ano depois de adquirir a categoria B. Nesse caso, você terá permissão para dirigir veículos não articulados, cujo peso total seja maior que 3.500 kg);

Categoria D: é necessário ter, no mínimo, 21 anos de idade e 2 anos de habilitação na categoria B para adquiri-la. Somente após essas exigências você estará apto a dirigir os veículos da categoria C e também veículos para mais de 8 passageiros e cargas perigosas.

Categoria E: é a maior categoria de habilitação disponível no Brasil. Então, para estar no direito de adquiri-la, é preciso ter mais de 21 anos e ser habilitado em todas as categorias anteriores. Nesta categoria, o motorista é capaz de dirigir veículos mais pesados, com mais de um módulo e que tenha 6.000kg ou mais de peso bruto total.

Cursos

Em qualquer profissão é indispensável investir nos estudos, no ramo de transporte principalmente! Além dos cursos obrigatórios para motoristas, é importante que você se esforce para aperfeiçoar seus conceitos e habilidades na estrada.
Além disso, quanto mais certificações e experiências tiver, mais você se diferenciará no mercado tão competitivo como o de hoje.
Procure sempre cursos e especializações que se encaixam no seu perfil, independentemente do tipo de carga e veículo. Eles serão seus melhores aliados para obter excelência em sua carreira.

Encontre o seu perfil

Decidir pela carreira autônoma ou se você será empregado é uma etapa muito importante para quem deseja começar na profissão, afinal não precisamos nem dizer que influenciará muito no seu futuro como profissional, não é mesmo?
Essa não é uma decisão simples de ser tomada e por isso vários fatores devem ser analisados. Acompanhe:

Valor disponível para começar

De nada adianta você se planejar se não souber o valor necessário para tirar as ideias do papel ou então, não tiver a quantia necessária. Como esse começo é difícil, é preciso analisar tudo com muito cuidado e realizar um planejamento financeiro antes de tomar qualquer decisão. Dessa forma, os riscos de se enfrentar problemas no futuro são consideravelmente menores.

Perfil profissional

Você sabe qual é seu perfil profissional? Para conhecer é bem fácil, analise suas ambições, objetivos e necessidades.
Ou seja, se você sonha em ter o próprio negócio, seu espírito está voltado para o empreendedorismo e você precisa se planejar para abrir a empresa. Mas se você prefere a carteira assinada e a segurança de um salário fixo, o ideal é procurar alguma empresa qualificada para sua profissão para se empregar.
De qualquer forma saiba que, qualquer que seja a sua escolha, ambas garantem bons retornos e você pode alcançar o sucesso que procura. Mas, para isso, é necessário se planejar!

Caminhoneiro autônomo

Você já decidiu se irá financiar, pagar à vista ou fazer um consórcio para comprar o caminhão?
Para quem deseja começar como autônomo, adquirir um veículo é essencial. Para isso, planeje-se e saiba como utilizar corretamente seu investimento. Decidir se irá financiar ou pagar à vista depende de quanto dinheiro possui e seus objetivos. O mais importante é que a escolha não comprometa sua vida financeira e permita o seu crescimento profissional.

Além disso, pesquise muito para decidir se será um veículo zero quilômetro ou um seminovo. Existem muitos veículos bons no mercado, apenas preste atenção nos valores muito mais baixos, pois mais fatores precisam ser avaliados antes desta compra.

Outro ponto importante é o fato de que a legislação possui exigências que você deve cumprir antes de sair pelas estradas. A principal delas é ter o cadastro na ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), pois sem ele não é possível exercer a profissão regularmente.

O RNTC – Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas – só pode ser realizado por quem já possui um caminhão. Sendo assim, é necessário que você já tenha comprado ou iniciado o processo de financiamento para requerer o registro. Além disso, você deve se preocupar em contribuir para o INSS.

Caminhoneiro empregado

Se você prefere a segurança financeira e a carteira assinada, precisa saber que não está livre de escolhas e decisões importantes. Além disso, para entrar no mercado de trabalho e conseguir se empregar em uma boa empresa, é preciso seguir alguns passos.

O primeiro e crucial é o currículo. Para se destacar entre os concorrentes de alguma vaga, se esforce para ter um currículo atrativo e completo; mesmo não possuindo experiência, sempre seja verdadeiro e objetivo. Uma maneira assertiva de tornar seu currículo mais atrativo e completo é se especializar – quanto mais cursos você tiver, mais fácil será de se destacar!

Além disso tudo, é muito importante possuir contatos profissionais para conquistar novos clientes. Que tal procurar alguns voltados para sua área? Quanto mais, melhor!

Todas essas escolhas e tomadas de decisão mudarão sua vida profissional e garantirão que você entre com excelência, profissionalismo e eficiência na estrada. Gostou das dicas? Esperamos que tenham ajudado você a escolher sua carreira.

Aproveite que está aqui e baixe nosso e-Book sobre como escolher o veículo correto para a sua operação.

saiba como escolher os caminhões corretos para viagens longas

Saiba como escolher os caminhões corretos para viagens longas

Introdução

Para os motoristas de longas viagens, todo frete é um desafio. Sabemos que encarar a estrada por diversos dias pode ser cansativo e trabalhoso, mas escolhendo o modelo correto, as viagens se tornam muito mais seguras e confortáveis.

Para isso é preciso analisar as necessidades da sua operação e combiná-las com detalhes internos e externos que farão muita diferença no dia a dia, como por exemplo: o que você transportará? Quais as características das estradas por onde passará? Levando isso em consideração, qual cabine é a mais adequada? E as características do motor?

Quer saber mais sobre o assunto? Estamos aqui para te ajudar. Separamos algumas dicas dos principais fatores que você deve levar em consideração na hora de escolher o veículo ideal. Continue lendo!

Cabine

Comece entendendo qual cabine é a ideal para que sua viagem seja mais segura, confortável e, claro, econômica!
Em viagens de longa distância, a cabine é praticamente seu segundo lar, pois você passa dias e noites dentro dela. Além do conforto que ela precisa te oferecer durante a viagem, leve em consideração os itens de segurança disponíveis e suas características que permitem um menor consumo de combustível. Afinal, nós sabemos que nesse tipo de operação economizar combustível representa um grande ganho ao se considerar os custos totais e lucratividade!

Por isso procure escolher cabines mais completas, com detalhes personalizados conforme sua necessidade, como por exemplo com mais espaço interno, uma cama de leito mais larga e boa climatização.
No espaço externo, o design, para-brisa, defletores de ar, quebra-sol, espelhos, saias laterais e até mesmo os pequenos detalhes como luzes e as lacunas entre os painéis são essenciais para que você faça uma viagem mais econômica!

Itens de conforto

Só quem está atrás do volante entende o quanto é fundamental possuir uma cabine que se adeque às viagens, principalmente as de longas distâncias, nas quais o motorista passa a maior parte do tempo dentro delas.
Alguns recursos precisam estar em sua lista de exigências quando for escolher a cabine mais confortável para sua viagem. Um bom aproveitamento do espaço interno é essencial para aumentar o conforto: procure por cabines que combinem ergonomia com variedade no espaço de armazenamento e camas para os momentos de descanso.
Além disso, a tecnologia também é uma aliada!

Hoje em dia existem no mercado opções de climatização mais tecnológicas que além de melhorar a distribuição e fluxo contínuo do ar climatizado, também funcionam por um bom período sem consumir a bateria do caminhão.

Motor

Para viagens longas, contar com uma tecnologia avançada nos motores é indispensável. É por meio dela que alguns modelos são capazes de economizar combustível ao mesmo tempo em que mantém um bom desempenho.
Alguns detalhes fazem a diferença quando o assunto é a escolha do motor correto, por isso leve em consideração a eficiência na combustão, o consumo de combustível e a capacidade de refrigeração.

Tecnologias para economia de combustível

Cada designação de transporte demanda diferenciais e necessidades exclusivas perante a potência. A nova geração de caminhões possui novidades importantes para trazer mais eficiência na direção, como por exemplo a tecnologia de inteligência na caixa de câmbio que reforça a eficiência energética.

Conte com um sistema de trocas de marcha totalmente automatizado, tornando a direção mais segura, prática, confortável e muito mais econômica, independentemente da carga e trajeto.Certos motores possuem os torques mais altos do mercado, o que garante um maior desempenho para os caminhões e melhores resultados para o negócio. Basta apenas você escolher a solução que mais se adequa às suas operações.

Itens de segurança

Jamais deixe de pensar na segurança! Existem alguns componentes do veículo que podem trazer a proteção necessária para quem passa dia e noite na estrada.

Isso porque diversas situações inesperadas podem acontecer durante a viagem, como por exemplo a perda de estabilidade e uma freada mais brusca devido a um obstáculo na pista. Nesses casos, conte com veículos devidamente equipados com tecnologias que auxiliam o motorista e atuam para evitar qualquer tipo de acidente, como colisões.

Além disso, é possível contar com veículos que possuem recursos de segurança também para os momentos de descanso. Exemplo disso são as travas de segurança que prendem a porta por dentro, impossibilitando que ela seja aberta pelo lado de fora.

Serviços

Os serviços disponibilizados pelas montadoras também devem influenciar na escolha do caminhão ideal para sua operação. Hoje em dia é essencial que esses veículos sejam conectados já que, por meio dessa conectividade, é possível acompanhar de perto o desempenho deles.

Para uma operação de longa distância isso é essencial, uma vez que a prioridade é sempre garantir maior segurança, economia de combustível e disponibilidade para os veículos, e os serviços conectados disponíveis no mercado entregam justamente isso!

Bom, esses são os principais fatores que devem ser levados em consideração ao escolher o caminhão ideal para a sua operação. Para que essa escolha seja ainda mais assertiva, levante informações a respeito das montadoras disponíveis no mercado e procure uma concessionária. Os vendedores poderão entender melhor o seu negócio e te ajudarão e personalizar o veículo e o serviço ideal para ele!
Gostaria de acessar mais conteúdo? Aproveite que está aqui e baixe nosso e-Book sobre como minimizar os custos operacionais.

4 dicas valiosas para aumentar o valor de revenda.

4 dicas valiosas para aumentar o valor de revenda.

Seja na concessionária ou mesmo de terceiros, ninguém compra veículo pensando na revenda, não é mesmo?

Nós pensamos bastante para fazer a melhor escolha ao investir num veículo, visando obter o melhor desempenho possível na operação. Porém, é preciso contar com a revenda, seja em casos de crise ou ao desejar ampliar ou renovar a frota.

Na hora da compra, é importante levar em consideração fatores essenciais para seu negócio: economia, custo com manutenção e disponibilidade de peças, por exemplo.

Após adquirir o veículo, alguns itens garantem um valor de revenda maior, tais como:

1. Plano de manutenção e revisão na concessionária:

Ao fazê-lo, as concessionárias podem entregar um documento comprovando que a manutenção foi feita com mão de obra especializada e peças originais.

Dessa forma, tendo realizado serviços originais, direto na concessionária, o seu veículo será melhor avaliado.

2. Peças originais:

Elas garantem maior vida útil para o veículo, originalidade e aumentam seu valor de revenda. Afinal, todos sabemos que quanto menos itens originais o veículo tiver, menor será esse valor.

3. Boa condução:

Um motorista preparado conhece bem o seu veículo e o dirige de maneira mais econômica e responsável, fazendo com que seu rendimento e vida útil aumentem. Além de visar a conservação das peças e de cada mecanismo do veículo.

4. Marca:

Todos sabemos que a marca do veículo influencia diretamente no seu valor de revenda, devido à tradição e à qualidade do produto oferecido. Dessa forma, ao adquirir um veículo cuja marca é bem posicionada e reconhecida no mercado, adquire-se também um veículo com maior valor de revenda.

Além de aumentar o valor de revenda do seu veículo, essas dicas vão gerar um impacto na economia de combustível, na rentabilidade da operação e no rendimento e disponibilidade do veículo, melhorando seus custos operacionais e otimizando a produtividade do seu trabalho.

Conte-nos o que achou e para receber mais dicas como essa, basta fazer o download dos nossos materiais gratuitos.