combustíveis alternativos são o caminho para um futuro mais limpo

Combustíveis alternativos são o caminho para um futuro mais limpo

O setor de transportes é uma das principais fontes de emissões de CO2, o grande vilão do efeito estufa, e não é para menos: em maio de 2018, por exemplo, a crise dos caminhoneiros evidenciou o quanto o Brasil ainda depende do diesel, um combustível fóssil não renovável.

Pautada por este cenário, a demanda por sustentabilidade cresce e, entre diversas outras empresas e mercados, as montadoras de caminhões vêm trabalhando no desenvolvimento de soluções que impactam positivamente o mundo em que vivemos. Em outras palavras, investimentos contínuos em pesquisa têm ajudado a tornar mais próximo um dos grandes desafios do nosso país: o uso de combustíveis alternativos.

Em tempos em que as montadoras direcionam seus esforços para desenvolver veículos capazes de se mover com compostos menos poluentes, é preciso estar antenado sobre o que vem por aí. Por isso, nós preparamos uma lista com os principais combustíveis alternativos que apontam para um futuro mais limpo. Vamos lá?

Biogás / Biometano
O biogás é gerado a partir da fermentação e decomposição de matérias orgânicas, presentes em esgotos ou aterros sanitários. Ao obter pelo menos 96% de concentração de metano (CH4), é reconhecido como Biometano, gás oriundo do biogás.

Ambos são considerados fontes de energia renovável e têm se destacado cada vez mais entre as opções de combustível sustentável.

Atualmente, o biogás já é utilizado na geração de energia elétrica, como combustível para motores, enquanto o biometano se faz presente no setor de transporte, sendo utilizado em caminhões e ônibus dedicados ao combustível alternativo e reduzindo até 90% da emissão de CO2.

Gás natural
O gás natural é composto principalmente por metano (CH4) e, apesar de ser um combustível fóssil, emite uma quantidade menor de CO2 durante a combustão comparado ao diesel comum.

Considerado o biocombustível mais limpo, ele pode ser encontrado em sua forma natural gasosa (GNV) e líquida (GNL), e propõe uma redução de até 15% nas emissões quando comparado ao diesel.

 Bioetanol
Considerado o combustível com mais chances de suprir volumes grandes e sustentáveis no futuro, o Bioetanol é também o biocombustível mais usado em transporte atualmente.

No Brasil, especificamente, ele é fabricado por meio da cana, o que possibilita a produção em grande quantidade sem a necessidade de maiores áreas de desmatamento para fazer ampliação da plantação. Além disso, também contribui para a redução de até 90% nas emissões de CO2, comparado aos veículos movidos a diesel.

Conhecer as opções acima é o primeiro passo para fazer escolhas mais assertivas no futuro. Além de reduzir os impactos ambientais, os combustíveis alternativos também podem gerar grande economia em seu negócio e, por isso, merecem ser considerados. Na hora de renovar a sua frota, busque por soluções sustentáveis aliadas à segurança e economia.

Se você deseja encontrar mais informações sobre outros aspectos que devem ser considerados na escolha de um novo veículo, clique aqui e baixe o e-Book que produzimos sobre o assunto.

Biodiesel
O biodiesel é um biocombustível considerado uma fonte de energia renovável que substitui o uso de combustíveis fósseis. No Brasil, 80% de sua produção é feita a partir do óleo de soja e, para que possa ser comercializado, ele passa por processos de purificações, garantindo que esteja adequado às diversas especificações físico-químicas determinadas pela agência reguladora ANP (Agência Nacional de Petróleo).

Destinado principalmente à utilização em motores de ignição por compressão (ciclo Diesel), o biodiesel puro deve ser adicionado ao diesel de petróleo, sendo que, desde 01/09/2019, o percentual máximo de biodiesel a ser acrescido ao óleo diesel comercializado no Brasil passou para 11% (Resolução n°16/2018).

A especificação do biodiesel vem sido aprimorada ao longo dos anos, o que tem contribuído para a sua harmonização com as normas internacionais e para o alinhamento da sua qualidade às condições do mercado brasileiro. Seu uso é capaz de reduzir entre 65 e 70% as emissões de gases de efeito estufa.

Como você viu, os combustíveis alternativos vêm se destacando cada vez mais. No entanto, além de pensar nessa melhoria para o meio ambiente, também deve-se considerar a economia e a rentabilidade do seu negócio.

Nesse sentido, a Scania procura oferecer soluções completamente sustentáveis com as quais é possível tornar o custo total da operação bastante competitivo, garantindo retorno do investimento.

Se você se interessou pelo assunto, continue acompanhando o Transporte Econômico e tenha acesso a diversos materiais como este. Se preferir, você também pode solicitar o contato de um consultor de vendas.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *