os benefícios dos Serviços Conectados

Os benefícios dos Serviços Conectados

Na última década falamos muito de tecnologia e como ela pode ajudar na sociedade. Agora, ela faz parte do nosso dia a dia e ajuda até mesmo a conseguir uma gestão de frotas mais eficiente e serviços personalizados para cada operação. Nesta postagem vamos falar um pouco mais sobre a conectividade e como ela pode auxiliar no seu negócio, possibilitando serviços individualizados para cada operação.

Conectar os seus veículos é bastante simples pois eles já saem de fábrica com o módulo eletrônico instalado. Você só precisa entrar em contato com a sua concessionária para verificar o procedimento para a sua ativação. O resto é com a tecnologia: o dispositivo envia os dados em tempo real e permite uma gestão da frota de forma inteligente, a fim de encontrar alternativas rentáveis para o negócio.

Abaixo você pode conferir os principais pontos em que a conectividade pode auxiliar o seu negócio:

Gestão de Frota Inteligente

Já imaginou ter todos os dados da sua frota onde e quando quiser? Esta é apenas uma das vantagens de utilizar a conectividade na sua frota. Em um portal, simples e intuitivo, você possui acesso aos principais dados de desempenho do seu veículo, controlando os fatores que mais impactam na rentabilidade, como estilo de condução do motorista, consumo de combustível, e a gestão das manutenções do seu caminhão ou ônibus. Tudo isso possibilita um melhor planejamento e rentabiliza a sua operação.

Treinamento de Motorista

Com os dados da conectividade, você acompanha o comportamento de condução dos motoristas e com esse acompanhamento, pode oferecer feedbacks e gerar uma constante melhoria. Uma boa dica é realizar treinamentos periódicos que não só transmitam o que pode ser melhorado, mas que também reforcem hábitos adequados. Uma condução aperfeiçoada te ajuda a economizar combustível e ainda proporciona uma melhor conservação dos componentes do veículo, como freios e pneus, reduzindo a necessidade de manutenção.

Manutenção Flexível

Outro benefício que você pode adquirir com a conectividade é a possibilidade de realizar manutenções personalizadas de acordo com a sua operação e somente quando for realmente necessário. Isso porque ao realizar o acompanhamento da sua frota, a concessionária consegue agendar as paradas no melhor momento para a sua operação, sem prejudicar a disponibilidade do seu veículo! Foi-se o tempo em que os caminhões tinham o mesmo plano de manutenção levando em consideração apenas a quilometragem rodada pelo veículo. Com a conectividade é possível adequar a manutenção de cada caminhão, conforme a rota, carga e estilo de condução do motorista.

Para saber mais manutenção flexível, clique aqui e fale com um consultor Scania.

Com o avanço da tecnologia e a popularização da conectividade, é possível ter diagnósticos muito mais precisos, com as condições reais de cada veículo e realizar manutenções específicas para cada necessidade, reduzindo o tempo parado na concessionária e aumentando a disponibilidade dos veículos da sua frota.

Para acompanhar mais novidades de como minimizar os seus custos operacionais, se inscreva aqui no Portal!

5 dicas para aumentar a vida útil do seu veículo.

5 dicas para aumentar a vida útil do seu veículo.

A depreciação de um veículo é inevitável: quanto mais quilômetros percorridos, maior seu desgaste e desvalorização. Mas, como podemos atenuar esse efeito e ainda aumentar a vida útil do ônibus ou caminhão? Separamos 5 dicas simples, que vão te ajudar significativamente a contornar a depreciação e ainda aumentar a durabilidade do seu veículo. Boa leitura!

Direção econômica e direção defensiva

Mais importante que a vida útil do veículo é a vida do motorista, por isso, a direção defensiva e econômica deve ser realizada com perícia e disciplina. O motorista habilidoso conduz com suavidade, evitando freadas e acelerações desnecessárias.

Uma dica é nunca usar o ponto morto, a famosa banguela. Além de ser um hábito perigoso, pode danificar componentes da transmissão. Você também pode utilizar a faixa verde do conta-giros para reduzir o desgaste, economizar combustível e até mesmo cuidar do ambiente.

Para ter acesso a mais dicas para uma direção econômica, baixe o nosso ebook clicando aqui!

Atenção aos óleos e fluidos

Crie uma rotina para trocar os fluidos do seu veículo (como o de direção, freio, água e aditivo, usados para refrigerar o motor) e realize as trocas de óleo de acordo com as datas ou quilometragem indicados. Assim, você evita prejuízos e prolonga a vida útil da sua frota. Uma opção ainda mais eficiente é  contar com a conectividade para estar sempre informado de como o seu veículo está performando. Clique para saber mais.

Atenção na escolha do combustível

Abasteça somente em locais confiáveis e desconfie de preços que estejam fora da média do mercado. Abastecer com diesel ou gasolina adulterados pode danificar rapidamente os bicos injetores e as velas de ignição.

Uso de peças e serviços genuínos

Procure sempre por concessionárias autorizadas da marca para contar com o apoio de um mecânico capacitado, que possua tanto o conhecimento técnico quanto o compromisso que se espera de um profissional sério. Ele é o médico do seu veículo: pode diagnosticar falhas e sugerir tratamentos para prolongar sua vida útil. Além disso, é importante também utilizar peças genuínas pois possuem maior durabilidade e mantem a originalidade do seu veículo.

Atenção às manutenções

Basicamente, são dois fatores que podem levar seu veículo ao mecânico: manutenções preventivas ou manutenções corretivas. A primeira permite se antecipar a problemas e realizar ajustes e regulagens, já a segunda é realizada quando o veículo apresenta alguma falha e além de ter um custo elevado ainda pode deixar o ônibus ou caminhão parado por mais tempo na concessionária. Uma boa dica é utilizar a conectividade a seu favor e contratar um plano de manutenção flexível. Assim, você tem um check-up do seu veículo em tempo real e garante que as manutenções ocorram somente quando necessário e conforme características da sua operação.

Para saber mais, continue acompanhando o Portal Transporte Econômico, pois sempre compartilhamos novos conteúdos por aqui.

8 tecnologias que te ajudam a ter uma direção mais econômica e segura.

8 tecnologias que te ajudam a ter uma direção mais econômica e segura.

Seja na vida ou no trabalho, a tecnologia, definitivamente, veio para tornar as tarefas e processos bem mais dinâmicos. Para o transporte de cargas não é diferente. As soluções tecnológicas trazem eficiência, economia e segurança, aspectos fundamentais para garantir que as operações sejam mais rentáveis.

Embora existam diversas tecnologias disponíveis – algumas delas já integradas como itens de série nos caminhões mais modernos -, neste artigo separamos as principais que te ajudarão a ter uma direção mais econômica e segura. Acompanhe!

Instrutor virtual

Através de sensores instalados no veículo, o instrutor virtual avalia os dados de condução do veículo, como: uso das marchas, frenagens e suas ações em situações de aclive ou declive. Ao longo da viagem, o motorista recebe mensagens no computador de bordo indicando dicas para uma condução mais segura e econômica. Após ter esses resultados, o sistema gera uma pontuação que, posteriormente, poderá ser utilizada para aperfeiçoar sua forma de dirigir.

Câmbio automatizado

Esta tecnologia favorece muito a economia operacional, pois o câmbio automatizado é capaz de realizar sozinho todas as trocas de marchas quando posicionado no modo automático. Com isso, o sistema mantém a rotação do motor na faixa econômica de consumo, além de evitar o desgaste de peças, reduzindo a necessidade de manutenção.
O motorista, por sua vez, é beneficiado com uma viagem menos cansativa, já que mesmo no modo manual, a troca de marcha é feita sem o uso da embreagem.

Freio auxiliar

Tão importante quanto a troca de marchas e a potência do motor, o sistema de frenagem também é um ponto que pode deixar a condução mais econômica. Uma das formas é utilizar um mecanismo de freio auxiliar, que atua junto ao freio motor e aos freios de serviço.

Esse sistema hidráulico proporciona maior eficiência na frenagem, mesmo quando há excesso de temperatura provocado pelo uso frequente dos freios de serviço, aumentando a segurança especialmente em trechos de longos declives.

O uso do freio auxiliar também diminui o uso das lonas e dos tambores, o que reduz os custos de manutenção, e ainda permite que o motorista aproveite mais a velocidade, inclusive em aclives, tornando a viagem mais rápida e com menor consumo de combustível.

Piloto automático

O sistema de piloto automático oferece inúmeras vantagens ao motorista e para a operação como um todo. O controle das funções de forma prática através de um painel faz a execução dos processos ser bastante simples, mas com eficiência e conforto bastante notáveis. Com a direção automatizada, os sistemas são menos sobrecarregados, é mantida uma velocidade uniforme e ainda é possível acionar um dispositivo que auxilia nas partidas em subidas, sem que o veículo se desloque para trás. Esse mecanismo, em especial, permite que o motorista tenha tempo para tirar o pé do freio e acelerar, já que a frenagem fica ativa por um certo período, impedindo colisões com outros veículos.

Controle de Cruzeiro

Através de uma combinação com os dados do GPS, que determina a posição do veículo e a topografia da estrada, o controle de cruzeiro prevê a rota a frente e efetua cálculos a fim de atuar na velocidade e na troca de marchas, conforme aclives e declive e gerar economia de combustível.

Tecnologias de segurança

Entre as diversas tecnologias desenvolvidas especialmente para aprimorar a segurança, ao volante, destacamos as mais relevantes para a sua operação. Confira a seguir:

Aviso de saída de faixa

É uma tecnologia capaz de monitorar as faixas de rolagem da pista, avisando o motorista quando o veículo sai de forma involuntária.

Frenagem de emergência avançada

É um sistema que mede a distância e a velocidade relativa de qualquer objeto na pista, evitando colisões com veículos à frente. Para isso, pode utilizar os freios de serviço auxiliares e também as trocas de marchas do câmbio automatizado.

Controle de cruzeiro adaptável

O Controle de Cruzeiro adaptável é a tecnologia que ajuda o motorista a manter um intervalo de espaço constante em relação ao veículo à sua frente, com uma programação de estágios pré determinados conforme a distância, proporcionando maior segurança.

Investir na tecnologia como aliada para aumentar a rentabilidade da sua frota, com certeza, será uma excelente estratégia de gestão. Para tornar os transportes ainda mais precisos, leia o artigo que aponta as vantagens de ter a frota conectada.

caçador de Mitos: torque x potência

Caçador de Mitos: torque x potência

Os veículos, especialmente aqueles desenvolvidos para atuar em transporte de cargas, necessitam de características compatíveis com as demandas que devem atender. Entre tantos fatores que estabelecem a competência e a qualidade do motor, as grandezas como torque e potência são fundamentais para compreender o comportamento do veículo e o quanto pode-se esperar de sua performance nas estradas.

[wp_bannerize_pro orderby=”random” numbers=”1″ categories=”torque”]

Neste artigo, vamos entender como a relação entre torque e potência afeta diretamente a condução e como é possível fazer melhor uso da capacidade dos motores e otimizar as operações. Nem sempre esses atributos são considerados de forma adequada no momento de avaliar o desempenho do veículo e os resultados das viagens, por isso, trouxemos aqui algumas orientações importantes. Acompanhe!

Motor potente

Essa grandeza pode ser entendida como a energia necessária para realizar um trabalho.

No caso de movimentar um veículo, o trabalho em questão é a aceleração: a potência, representada em CV (cavalos), influencia a capacidade do motor de ganhar velocidade. Ou seja, quanto maior for a potência, melhor será a performance devido à condição do veículo de atingir uma velocidade mais elevada em um determinado período de tempo.

Afirmar que um motor é potente quer dizer, portanto, que este possui capacidade de alcançar uma maior velocidade final.

Força motriz

Muitos se enganam ao pensar que apenas um motor potente garante um excelente desempenho do veículo. Mas não é bem assim. O torque, representado por Nm (Newton-metro), tem papel essencial na operação, pois atua produzindo a força motriz.

Isso significa que o movimento giratório do torque é responsável por fazer o veículo ter mais arranque na saída quando estiver parado e superar aclives com mais facilidade.

Considerando um caminhão de grandes dimensões e carregado para o transporte, quanto maior for o torque, mais rapidamente o veículo irá começar a andar e mais tranquilamente passará por trechos de aclives.

Qualidade do motor

A equação eficiente entre duas grandezas eleva a qualidade do motor, uma vez que aumenta também a capacidade de desempenho. Com um motor potente, o motorista tem menor necessidade de ativar e desgastar os mecanismos de aceleração, enquanto que com um bom torque, vencer aclives requer menos trocas de marchas. Poupando essas ações no dia a dia das operações, vemos que potência e torque trabalham em conjunto para tornar a performance mais efetiva, segura e econômica.

É importante lembrar ainda que, além da alta capacidade de potência e torque, o veículo de carga deve ter outras características específicas para cumprir bem sua função como design favorável, sistema de engrenagens e tecnologia para freios e câmbio que contribuam para melhorar a performance nas operações. Somente com uma série de elementos apropriados é que o motorista e o frotista poderão ganhar mais desempenho e rentabilidade nos transportes.

Para dicas sobre como dirigir de forma mais econômica, baixe o nosso ebook clicando aqui. Acompanhe o Portal Transporte Econômico para receber os próximos materiais!

roubo de carga: conheça 5 dicas para evitar!

Roubo de carga: conheça 5 dicas para evitar!

De uns tempos pra cá, a segurança nas estradas brasileiras causa muita preocupação para motoristas e empresas de transporte. E não é a toa, pois de acordo com a consultoria especializada em roubos de carga, FreightWatch International, o Brasil é o país com maior risco de roubos desse tipo.

Diante de um cenário assim, é fundamental que gestores orientem suas equipes e que os condutores sigam algumas recomendações para aumentar a segurança. Essas práticas ajudarão a evitar transtornos, prejuízos e, claro, proteger a integridade dos motoristas. Confira as dicas a seguir!

Planeje as rotas

O planejamento é essencial para impedir surpresas desagradáveis durante o trajeto. Ao traçar todo o percurso da viagem, as chances do motorista se perder é menor. Da mesma forma, diminuem consideravelmente as chances de passar por trechos desconhecidos e, algumas vezes, perigosos.

Para que haja uma definição mais precisa das rotas, é possível adquirir softwares e equipamentos de rastreamento que tornam a gestão das frotas muito mais eficiente e segura.

Programe as paradas

As paradas são extremamente necessárias para garantir a segurança e o desempenho dos motoristas. Porém, devem sempre ser feitas de forma organizada e monitorada. Ao definir a rota, vale também determinar os pontos de parada, sejam para alimentação ou abastecimento do veículo. Considere locais movimentados e previamente estabelecidos como seguros, já que os momentos de descanso são vistos como os mais vulneráveis.

Evite viagens noturnas

Os deslocamentos no período da noite se tornam mais suscetíveis à ação de quadrilhas, pois há:

  • menos iluminação;
  • menor número de policiais rodoviários nas pistas;
  • tráfego reduzido.

Por isso, apesar de prazos urgentes de entregas, é importante analisar muito bem se realmente há necessidade de realizar a viagem nesses horários. No final das contas, essa decisão pode significar problemas e prejuízos maiores do que negociar o vencimento da entrega.

Viaje em comboios

Se constatada a necessidade de viajar no período noturno, uma forma de aumentar a segurança é ter outros veículos de parceiros na mesma rota. Viajar em comboios faz com que os motoristas alertem uns aos outros em situações suspeitas a partir de sinais combinados entre eles, além de se ajudarem mutuamente na hora de vigiar os veículos durante as paradas.

Rastreie as cargas

Instalar um geolocalizador é uma das principais ações que aumentam a segurança nas estradas. Isso porque oferece diversas vantagens que vão além de preservar a carga, como baratear o seguro do material e contribuir para assegurar a vida dos motoristas. Alguns sistemas permitem até mesmo bloquear o veículo se ocorrer algum tipo de comportamento imprevisto.

Implementar políticas que proporcionem mais segurança é fundamental. Assim, haverá menos risco de prejuízos para a transportadora e para os motoristas. Além de ajudar na rentabilidade do negócio.

Se você quer receber mais dicas para aperfeiçoar seu planejamento e gestão da frota, se cadastre no portal e receba em primeira mão os nossos materiais gratuitos.

imagem scania pde e xpi

5 benefícios da conectividade

A forma de rodar pelas rodovias vem mudando com o tempo. Inúmeras inovações já chegaram para facilitar a vida dos motoristas e gestores de frotas, proporcionando maior controle, eficiência e rentabilidade do negócio. Exemplo disso é a conectividade, tecnologia capaz de realizar a transmissão online dos dados operacionais dos veículos ao operador utilizando diversas plataformas: portais, aplicativos e relatórios periódicos.
Acompanhe o artigo e entenda como essa nova realidade pode ajudar na sua operação.

Planejamento de serviços mais preciso

Saber exatamente quando realizar a manutenção possibilita que você tenha maior produtividade e disponibilidade do veículo ao programar as operações diárias. A partir de atualizações online, você acessa em tempo real a quilometragem do veículo e, assim, planeja as paradas com maior previsibilidade. A conectividade também permite que seu concessionário esteja em contato com as informações da frota, podendo efetuar agendamentos ativos das revisões já sabendo quais e quantas peças serão necessárias para o serviço. Dessa forma, os atendimentos são mais eficientes e minimizam o tempo do veículo parado na manutenção.

Melhor desempenho dos motoristas

A conectividade também atua na melhoria do desempenho do motorista, pois coleta e fornece mais do que dados: a tecnologia faz uma análise completa do comportamento ao volante. Com as tecnologias específicas, é possível obter dados da condução e, a partir daí, propor sugestões para o aperfeiçoamento do estilo de condução, proporcionando redução nos custos por quilômetro rodado e maior disponibilidade do veículo.

[wp_bannerize_pro orderby=”random” numbers=”1″ categories=”conectividade”]

Facilidade na gestão de frotas

Ao manter sua frota conectada, é possível obter um relatório com diversos parâmetros importantes para a gestão de frotas, como por exemplo: consumo de combustível, marcha lenta, freadas bruscas e excesso de velocidade.
Esses indicadores colaboram, principalmente, para que você possa acompanhar e comparar os resultados com um período anterior equivalente e tomar ações para o aperfeiçoamento do estilo de condução dos motoristas.

Eficiência no atendimento 24 horas

Qualquer problema no veículo durante o transporte significa menor rentabilidade. Mas, situações como essa têm seus efeitos minimizados quando a frota está conectada, uma vez que o concessionário já identifica o desvio e informa qual a melhor atitude a ser tomada. Ou seja, você será informado como esse desvio impacta no seu negócio e se você pode seguir viagem e realizar o checklist e reparo quando o veículo estiver disponível ou se é necessário um atendimento emergencial.
Caso realmente necessite de um atendimento emergencial, a concessionária terá em mãos o diagnóstico completo antes de enviar o técnico ao local para efetuar a manutenção, tornando esse procedimento mais rápido e assertivo.

Análise dos dados do veículo em tempo real

Prevenir possíveis falhas também é uma maneira bastante eficiente de evitar gastos que prejudicam a lucratividade da sua frota. Isso se torna possível com a conectividade, uma vez que,através da análise dos dados do veículo em tempo real, é possível corrigir hábitos inadequados durante a condução que poderiam gerar problemas ou diminuição da vida útil dos componentes.

Reduzir os imprevistos e aumentar o planejamento são as grandes vantagens de ter sua frota conectada. Com certeza, contar com soluções tecnológicas que contribuem para sua gestão faz toda a diferença. Agora, aproveite o Portal e confira mais artigos sobre rentabilidade na estrada.

Como aumentar a produtividade da sua operação através do checklist.

Na hora de começar uma viagem, é preciso deixar tudo preparado para seguir o trecho sem problemas, não é mesmo?

Essa é uma das formas mais eficientes de aumentar a produtividade da sua operação e a disponibilidade do seu veículo.

Por isso, realizar um checklist é uma atitude que todos os transportadores devem adotar e, para que você não se esqueça de nada, preparamos uma planilha completa com todos os itens a serem checados. Você pode fazer o download gratuito aqui.

Mas, se você ainda tem dúvidas, veja abaixo alguns motivos que vão te convencer de que vale a pena realizar o checklist antes de cada viagem:

1. Ele ajuda na economia de combustível, pois um veículo que está em dia com a manutenção, gasta somente o necessário numa viagem;
2. Evita paradas desnecessárias para abastecimento, uma vez que você prevê o consumo de combustível e prepara o veículo para a viagem;
3. Garante máxima rentabilidade do veículo, fazendo com que o mesmo não apresente nenhum mau funcionamento durante o trajeto percorrido;
4. Preserva a qualidade e o desempenho de peças e itens diversos do veículo, tais como: freio, pneus, motor, entre outros;
6. Checando as documentações do motorista, veículo, carga e implemento evita-se qualquer eventualidade com policiais e guardas.

Para uma viagem ainda mais segura, lembre-se também de checar o clima por onde passará. Chuvas e neblinas diminuem sua capacidade visual na estrada, sendo necessário já se preparar para ter atenção e cuidado redobrados.

Além disso, não se esqueça de checar as condições internas do veículo: posição dos bancos, cintos e painel. Outro ponto, é priorizar uma alimentação leve e balanceada, evitando prejuízos na postura e saúde do motorista.

Por fim, conhecer bem o veículo e realizar o checklist é fundamental para prevenir acidentes e imprevistos, além de ajudar a manter o bom desempenho e estado do mesmo.

Fique atento a todas essas condições para garantir uma ótima viagem! Para receber mais conteúdos como esse, se inscreva no Portal!

4 cuidados importantes nas aplicações fora da estrada.

4 cuidados importantes nas aplicações fora da estrada.

Nem sempre o cenário que acompanha os motoristas de caminhão são as rodovias e estradas pavimentadas. Em muitos casos, os percursos são realizados em locais conhecidos como ambientes off road ou fora de estrada.

Nesse caso, a operação traz muitos desafios aos condutores e exige cuidados extras, para que a segurança e produtividade da operação sejam preservadas.

As áreas de mineração, construção, plantações de cana-de-açúcar e transporte de madeira são alguns exemplos de aplicações off road. Devido às características exclusivas desses segmentos são necessários condutores ainda mais atentos e veículos projetados e preparados para essas operações.

Se você atua em algum desses ramos, confira abaixo quatro cuidados específicos para que a operação seja otimizada.

Realize um treinamento

Algumas operações trabalham com o cumprimento de metas diárias de produção e manutenção, por exemplo, o transporte nas plantações de cana-de-açúcar. Para que esse processo seja otimizado e produtivo, a principal recomendação é a realização de treinamentos com um instrutor ou um responsável pela área de tráfego.

Além disso, os treinamentos garantem maior produtividade do condutor e os deixam mais preparados para seguir os percursos que têm aclives, declives e trechos sinuosos.

Esteja atento ao percurso

Estar atento ao percurso é de extrema importância, uma vez que quando falamos das operações off road, consideramos a condução de veículos extremamente pesados, devido às cargas carregadas.

Cana-de-açúcar: implementos com até 30 m de comprimento e peso total de até 118 toneladas, considerando o peso da carga, que varia de 70 a 90 toneladas, e o peso do caminhão.

Madeira: implementos que variam de 26 a 30 m de comprimento e transportam cargas de até 77 toneladas e de altura elevada.

Mineração: geralmente utiliza-se caçambas com cargas líquidas, cujo peso pode chegar até 70 toneladas.

Construção: veículos de até 50 toneladas e até 35 toneladas de cargas líquidas.

Além disso, a atenção deve ser redobrada principalmente em áreas de mineração que possuem maiores chances de avalanches e desmoronamento.

Garanta máxima segurança

Em alguns casos, como por exemplo o transporte de madeira, as cargas possuem altura elevada. Nesse caso, priorize a amarração utilizando cintas com catracas para evitar acidentes durante o trajeto. Além disso, o uso de equipamentos de segurança individual (EPI) é obrigatório e extremamente importante. Dessa forma, utilize sempre capacete, óculos de proteção, colete, botas com bico de aço e luvas de couro.

Faça revisões periódicas no caminhão

Operações que exigem máximo desempenho do caminhão estão diretamente relacionadas à realização de revisões periódicas no caminhão. Isso porque, ao realizá-las, identificam-se possíveis desvios no veículo que poderiam causar danos maiores, caso não fossem verificados anteriormente. Além disso, no caso das operações de mineração, as revisões evitam riscos de contaminação de solo, através de vazamento de óleo do motor, câmbio, graxa e descarte de materiais.

Seguindo essas dicas, é possível atuar no ambiente off road com máxima segurança e, claro, otimizar a sua operação. Assim, nem as condições mais severas vão te impedir de encarar os desafios do caminho!

Pronto para pegar a estrada? Mas antes, se cadastre aqui no Portal, para receber dicas de direção via WhatsApp que poderão te ajudar a melhorar sua performance!

4 dicas valiosas para aumentar o valor de revenda.

4 dicas valiosas para aumentar o valor de revenda.

Seja na concessionária ou mesmo de terceiros, ninguém compra veículo pensando na revenda, não é mesmo?

Nós pensamos bastante para fazer a melhor escolha ao investir num veículo, visando obter o melhor desempenho possível na operação. Porém, é preciso contar com a revenda, seja em casos de crise ou ao desejar ampliar ou renovar a frota.

Na hora da compra, é importante levar em consideração fatores essenciais para seu negócio: economia, custo com manutenção e disponibilidade de peças, por exemplo.

Após adquirir o veículo, alguns itens garantem um valor de revenda maior, tais como:

1. Plano de manutenção e revisão na concessionária:

Ao fazê-lo, as concessionárias podem entregar um documento comprovando que a manutenção foi feita com mão de obra especializada e peças originais.

Dessa forma, tendo realizado serviços originais, direto na concessionária, o seu veículo será melhor avaliado.

2. Peças originais:

Elas garantem maior vida útil para o veículo, originalidade e aumentam seu valor de revenda. Afinal, todos sabemos que quanto menos itens originais o veículo tiver, menor será esse valor.

3. Boa condução:

Um motorista preparado conhece bem o seu veículo e o dirige de maneira mais econômica e responsável, fazendo com que seu rendimento e vida útil aumentem. Além de visar a conservação das peças e de cada mecanismo do veículo.

4. Marca:

Todos sabemos que a marca do veículo influencia diretamente no seu valor de revenda, devido à tradição e à qualidade do produto oferecido. Dessa forma, ao adquirir um veículo cuja marca é bem posicionada e reconhecida no mercado, adquire-se também um veículo com maior valor de revenda.

Além de aumentar o valor de revenda do seu veículo, essas dicas vão gerar um impacto na economia de combustível, na rentabilidade da operação e no rendimento e disponibilidade do veículo, melhorando seus custos operacionais e otimizando a produtividade do seu trabalho.

Conte-nos o que achou e para receber mais dicas como essa, basta fazer o download dos nossos materiais gratuitos.

5 dicas para economizar combustível

5 dicas para economizar combustível

Você já parou para pensar no custo de toda a sua operação? Quanto custa cada detalhe da rotina nas estradas?

Uma pesquisa realizada pela Scania constatou que cerca de 46% do custo da operação está no combustível.

Depois disso, o custo do veículo (17%) e o salário do motorista (16%), seguidos da manutenção (11%), das taxas e impostos (6%) e dos gastos com pneus (4%). Ou seja, quase metade do Custo Total de Propriedade está em combustível.

gráfico: 5 dicas para economizar combustível

A partir dessa pesquisa, alguns testes foram feitos para te ajudar a economizar combustível e nós separamos algumas dicas para você. Veja a seguir:

1. Mantenha a velocidade média ideal.

Procure descobrir a velocidade média ideal para o seu veículo, e tente mantê-la. Ela está diretamente relacionada com a proporção da carga que você transporta. Quanto maior o volume, peso e a altura, menor sua velocidade média.

Além disso, podemos ter como base o tipo de implemento que você utiliza. Alguns exemplos são: para truck, recomenda-se uma velocidade média de 65km/h, para bitrem, 50km/h e rodotrem 40 km/h.

Mas, tão importante quanto observar a carga e o implemento, é necessário sempre respeitar a velocidade média máxima de cada rodovia definida por lei, que, no geral, está entre 80 e 90km/h.

2. Use e abuse das tecnologias do veículo.

Há cada vez mais tecnologia embarcada nos veículos. E elas não estão lá só pra enfeitar sua cabine. Recursos como a caixa de câmbio automatizada foram concebidos para ajudar o motorista a extrair a melhor performance possível do veículo. Um exemplo disso é o novo Actcruise, oferecido pela Scania, que adapta o modo de condução ao prever a rota 3km a frente e ainda gera uma economia de combustível de até 3%.

3. Evite andar na “banguela.”

Ao contrário do que muita gente pensa, andar na banguela não é vantajoso. Isso porque o veículo desengatado fica no regime de marcha lenta, gastando combustível.
Com a marcha engatada, o consumo é zero, porque o próprio peso da carreta faz o sistema de combustível entrar em corte. Além disso, com o veículo desengatado, a caixa de transmissão deixa de receber a lubrificação adequada, podendo sofrer danos futuros. Para saber um pouco mais, leia nosso post onde contamos em detalhes os prejuízos que essa prática traz.

4. Nunca trafegue com excesso de peso.

O excesso de peso é contra a lei, e ainda prejudica a performance do caminhão como um todo, principalmente, forçando e aumentando os desgastes dos pneus.
A relação é simples e direta: carregar uma carga mais pesada exige mais força do motor. Mais força do motor… você já sabe: mais combustível queimado.

5. Faça a manutenção adequada.

Entre um caminhão que faz a manutenção de acordo com o indicado pelo fabricante e um que faz da maneira que o frotista acha melhor, o primeiro chega a economizar cerca de 10% a mais do que o segundo. Isso porque, seguindo as sugestões do fabricante, é possível prever custos de manutenção, através de planos específicos para cada tipo de trabalho e, ainda, diminuir cerca de 4% o custo por quilômetro rodado.

Esses e outros fatores influenciam diretamente o quanto se gasta com combustível na operação. Portanto, é preciso prestar atenção nesses pontos, para que se possa obter o máximo de economia e de rentabilidade nos seus negócios.

Plano de manutenção adequado, direção consciente, desempenho, e a escolha do tipo de combustível são outros pontos a serem observados. Se você analisar cada um deles, e trabalhar para ter o máximo da eficácia de cada um, a economia será uma consequência.

Nos conte o que você já coloca em prática para economizar combustível e compartilhe conosco as suas experiências!