4 dicas para gerenciar sua frota de ônibus de forma mais fácil.

4 dicas para gerenciar sua frota de ônibus de forma mais fácil.

Um dos principais objetivos de quem trabalha com transporte rodoviário de passageiros é oferecer aos clientes um serviço de qualidade, em que segurança e conforto são grandes diferenciais para uma viagem tranquila.

Porém, além de priorizar a qualidade do serviço prestado, é essencial buscar por maneiras de manter o negócio rentável e lucrativo. Para isso, realizar o gerenciamento da frota é mais que importante.

Ao realizar a gestão de frotas é possível aumentar a disponibilidade dos veículos, conhecer a performance de cada ônibus, como cada motorista está dirigindo, evitar paradas desnecessárias e otimizar a eficiência da operação.

Para isso é preciso adotar alguns métodos, utilizar técnicas e contar com algumas tecnologias para conseguir conciliar o gerenciamento dos veículos da frota com as demandas do negócio como um todo. Neste artigo vamos compartilhar 4 dicas de como gerenciar a sua frota de forma mais fácil! Acompanhe:

1. Faça um bom planejamento

Planejar é extremamente importante para alcançar os resultados e metas pré-estabelecidas. Para começar, estabeleça os objetivos para determinar quais serão as próximas ações necessárias para que seja possível alcançar cada um deles.

Considere defini-los conforme o prazo em que eles devem ser concluídos, dividindo-os em planos para curto, médio ou longo prazo. A partir daí é possível se organizar conforme o que for necessário para o seu negócio: investir um tempo para oferecer treinamento aos seus motoristas, programar a manutenção de alguns veículos ou estudar a necessidade de renovação da frota, por exemplo.

2. Otimize os processos

Para tomar decisões corretas ao gerenciar a frota, algumas tarefas e obrigações devem ser realizadas. Como por exemplo: geração e emissão de documentos, controle de combustível, controlar os custos operacionais, conhecer o desempenho dos motoristas e acompanhar a necessidade de manutenção dos veículos.

Para isso você pode contar com alguns softwares que podem te auxiliar na administração dessas funções. Esses programas permitem que você tenha uma visão maior do processo logístico, podendo tomar decisões estratégicas e agir sempre que for necessário para otimizar sua operação.

3. Conecte seus ônibus

É por meio da conectividade que é possível acompanhar de perto o status da sua frota. Suas funcionalidades permitem identificar, em tempo real, a posição dos veículos, o estilo de condução e demais características da operação.

Com estes dados é possível pensar em diversas soluções para minimizar o consumo de combustível, programar as manutenções conforme a necessidade dos seus veículos e melhorar o estilo de condução dos motoristas. Dessa forma é possível diminuir gastos extras.

4. Conte com a ajuda de profissionais

Realizar esse gerenciamento da frota de forma assertiva e ágil é mais fácil quando você conta com a ajuda de profissionais especializados.

Hoje em dia as concessionárias oferecem esse serviço para te ajudar! Elas possuem profissionais responsáveis por planejar os serviços de manutenção, programar o tempo de paradas e aumentar a disponibilidade dos seus veículos.

Esses profissionais contam com a conectividade nos ônibus para realizar esse serviço. Dessa forma eles conseguem garantir uma disponibilidade maior para seus veículos, conforme as necessidades específicas da sua operação. Você pode, por exemplo, definir os dias e horários que seus veículos precisam estar disponíveis para viagens e esses profissionais garantem que eles estarão lá.

Agora que você já entendeu melhor sobre uma boa gestão de frotas, aplique em seu negócio para bons resultados. Esteja conectado e receba o auxílio de profissionais e softwares disponíveis para contratação nas concessionárias.

Esperamos que o artigo tenha ajudado a tornar seu gerenciamento mais inteligente e eficiente. Aproveitando que está aqui, baixe agora o e-Book para saber mais sobre como diminuir os custos operacionais clicando aqui.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *