4 dicas imperdíveis para quem quer começar a cozinhar na estrada

4 dicas imperdíveis para quem quer começar a cozinhar na estrada

Saiba que medidas devem ser tomadas antes de você botar a mão na massa

Quem trabalha na estrada sabe que às vezes não é possível encontrar um restaurante com bom custo-benefício, afinal esses estabelecimentos muitas vezes costumam cobrar valores muito elevados que, ao final do mês, geram um impacto representativo no bolso. Por esse motivo, é muito comum que os caminhoneiros optem por preparar suas próprias refeições.

Se você também quer entrar para o time dos “chefs da estrada” mas não sabe por onde começar, não pode deixar de ler este artigo até o final. Nas próximas linhas explicaremos o que é preciso para preparar uma boa alimentação nessas condições. Vamos lá?

1. Equipamentos
O primeiro passo é ir atrás dos equipamentos necessários para cozinhar na estrada. Priorize aqueles que te ajudarão a manter a segurança no transporte dos diversos itens e a qualidade no armazenamento dos alimentos, como por exemplo a caixa compacta de cozinha que, além de tudo isso, ainda contribui para a organização do espaço.

Além disso, pense nos equipamentos essenciais como o botijão de gás, o fogão (ou fogareiro) e a geladeira. Para os eletros, opte por modelos que combinem praticidade e resistência. Um bom exemplo é substituir um dos espaços de armazenamento interno da cabine por uma geladeira, algo que já é possível em alguns caminhões. Mas, se você precisar controlar os gastos, você também pode contar com uma caixa térmica.

Não se esqueça dos utensílios, como tábua de carne, talheres, panelas, pratos e copos. Você ainda pode incrementar com uma cafeteira, um multiprocessador e até um micro-ondas! Tudo vai depender do seu espaço e do quanto você quer investir.

2. Escolha e armazenagem dos alimentos
Depois de montar sua cozinha no caminhão será necessário pensar nos alimentos que levará para preparar as refeições. Nesse ponto, você precisará encontrar um espaço na sua rotina pré- viagem para realizar a compra dos itens – para isso, considere quantos dias você passará na estrada e opte por alimentos mais práticos de preparar e, claro, dentro do prazo de validade para que não haja desperdício.

Por fim, vale lembrar que o cuidado com a saúde não passa apenas pela escolha dos alimentos, como também pela armazenagem deles. Por isso, lembre-se sempre de guardar as comidas cozidas em lugar resfriado. Se você não possuir uma minigeladeira, o indicado é fazer porções diárias de comida que sejam o suficiente para uma refeição!

3. Transporte seguro
Apesar de trazer mais comodidade e economia para os caminhoneiros, ter uma cozinha adaptada no caminhão exige alguns cuidados, principalmente no que diz respeito ao transporte do botijão de gás. O uso e a armazenagem incorretos do equipamento podem causar acidentes tanto para o motorista como para outras pessoas que estejam ao seu redor, por isso existe até uma especificação prevista no Regulamento de Transporte de Produtos Perigosos neste sentido.

Segundo a regra, o botijão de gás transportado deve estar sempre do lado externo do compartimento da carga e longe de substâncias incompatíveis com o GLP, tais como níquel, carbonila e n-butano, a fim de evitar acidentes. Além disso, ele deve ter peso líquido máximo de 13 quilos. Atenção: a não adequação às normas pode resultar em aplicação de multa e apreensão do veículo.

4. Onde realizar
Por fim, mas não menos importante: escolha bem os locais em que você fará as paradas para o preparo da sua alimentação e a realização das refeições. Para isso, estude a sua rota com antecedência e procure por locais seguros e bem localizados. Assim você pode aproveitar o momento com mais segurança, calma e tranquilidade.

Como você pôde ver, cozinhar no próprio caminhão é uma escolha que vem acompanhada de inúmeras vantagens e responsabilidades. Mais econômica, essa prática também pode te ajudar a ter uma alimentação saudável e de qualidade, afinal, você saberá exatamente a procedência dos alimentos que serão consumidos. Além disso, é possível aproveitar esses momentos para conhecer outros motoristas e, quem sabe, até mesmo dividir a comida e as responsabilidades de prepará-la.

Quer aprender outras dicas sobre como economizar na estrada? Clique aqui e acesse nossos conteúdos exclusivos!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *